Suporte a Tv Amadora

COVID-19: Amadora Vai Sair de Situação de Calamidade Actualidade

COVID-19: Amadora Vai Sair de Situação de Calamidade

Ontem, o Ministro da Administração Interna esteve reunido com os autarcas dos municípios com as 19 freguesias ainda em situação de calamidade devido à COVID-19 e nas declarações finais foi claro: “neste momento, estes cinco municípios têm indicadores que não os afastam significativamente dos restantes da Área Metropolitana. Por isso, admitimos que sejam todos eles colocados em situação de contingência”. No entanto, Eduardo cabrita deixou claro que esta evidência não é sinal de abrandamento nesta resposta à COVID-19.

O Ministro referiu ainda que o denominado "R", ou seja, a taxa de contágio, é inferior a 1 nestes territórios. Portanto, "cada novo caso tem uma capacidade de propagação de doença inferior a 1".

A decisão oficial de colocar toda a Área Metropolitana de Lisbos em Contingência será tomada no próximo Conselho de Ministros marcado para quinta-feira, 30 de Julho. É expectável que o governo mantenha medidas diferenciadoras na Área Metropolitana de Lisboa, como o fecho dos centros comerciais às 20h e a proibição do consumo de bebidas alcoólicas na via pública. A confirmar-se esta decisão na quinta-feira, nas dezanove freguesias da Área Metropolitana de Lisboa mais afectadas pelo vírus, onde se inclui todas as freguesias da Amadora, é provável que possam existir ajuntamentos de dez pessoas, como acontece na restante AML. O jornal Expresso escreve ainda que quanto às feiras e mercados de levante estes poderão abrir desde que haja autorização da respetiva autarquia, depois de ouvida a Direção-Geral da Saúde.