Suporte a Tv Amadora

Providência Cautelar Interposta pelo CFEA para Utilização do Estádio José Gomes Indeferida pelo Tribunal Actualidade

Providência Cautelar Interposta pelo CFEA para Utilização do Estádio José Gomes Indeferida pelo Tribunal

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste indeferiu a providência cautelar interposta pelo Estrela SAD e pelo Club Football Estrela para a utilização do Estádio José Gomes até à conclusão da venda. Pode ler-se na nota do Juízo de Comércio de Sintra, a que a TVAMADORA teve acesso, que "a providência cautelar requerida foi indeferida liminarmente".

Segundo a notícia publicada pelo Diário de Notícias ontem, o Estrela SAD teria apresentado um requerimento ao Tribunal de Sintra com a intenção de continuar a utilizar o Estádio José Gomes.

Este indeferimento é uma decisão assinada no passado dia 30 de Maio. Agora, foi dado um prazo de dez dias para os credores do insolvente Estrela da Amadora se pronunciarem "quanto à requerida continuidade da utilização do recinto desportivo até à conclusão da fase de venda", pode ler-se na nota.

Como se pode ler no Diário de Notícias, a Estrela SAD vai decidir na próxima semana se avança ou não com uma proposta de aquisição, aguardando ainda pela decisão sobre o pedido feito por um credor a título individual de afastamento atual administrador judicial responsável pelo leilão.

Recorde-se que o novo leilão do património do Clube de Futebol Estrela da Amadora está marcado para o dia 30 de Junho, confome noticiado pela TVAMADORA. Essa foi também a data limite dada pelo tribunal ao Estrela SAD e ao Club Football Estrela para deixarem o Estádio José Gomes. Caso isso não aconteça, ser-lhes-á aplicada uma multa de 1000 euros por cada dia que ficarem além do dia 30 de Junho.